a morte é a flor vista de baixo

Oi pai.

resolvi te escrever. tenho pensado que toda essa virtualidade pode ser positiva no que se refere a minha comunicação contigo, já que não sei seu endereço e por aqui dizem que tudo que escrevemos na internet fica nas nuvens. .

então, já faz 10 anos que nos falamos pela ultima vez. Na verdade eu falei e você chorou. chorou e partiu.

caramba, aconteceu tanta coisa!

Rubi está com 11 anos! uma pré adolescente daquele jeito que você conhece…pimenta forte dedo de moça. Uma moça. Ela torce pro santos por sua causa. Bem, começou por sua causa, depois foi por causa do Neymar. O Santos virou outro time, você ia gostar de ver. Ganhou muitos campeonatos, muita gente comparava ao Santos de Pelé…por causa mesmo desse menino, o Neymar…mas agora ele foi vendido pro Barcelona, Real Madrid…sei la… Aquelas coisas de futebol. Quando você partiu o time tava ruim das pernas né?

eu num entendo muito de futebol, ce sabe.

Eu, a mamãe e a Serena fizemos várias coisas com a sua obra. Lançamos um livro com partituras de todos os seus discos, depois reunimos todos eles na caixa preta que você inventou, e aquele seu projeto de pretobrás 2 e 3 foi pra frente. Paulinho produziu um e o Beto Villares (lembra dele?) fez o outro. ficaram lindos. Acho também que você ia curtir. Um livro com seus escritos inéditos…bastante coisa.

Ouvimos sempre seu som. Rubi e Bento, o filho que a Serena teve, cantaram uma música. ficou 10! Elza Soares também. Ney, Zélia, Isca, Orquideas, Alzira, Tetê, Arrigo,vixi…um monte de gente que te ama e que você também amava.

Aliás, Zélia gravou um disco só com músicas suas que está maravilhoso. Tem rodado o Brasil. Muitas das suas parcerias com Alice. Ta lindão!

Marcelo ajuda muito a mamãe e agora vai fazer um show com suas músicas também. Seu eterno amigo.

Eu, depois da Donazica que você conheceu mais ou menos, montei uma banda e lancei um disco.  A maioria das músicas são minhas, mas sempre te canto né?…um pedido antigo. Lelena toca comigo! Acredita! Marrenta que só, mas é uma das minha melhores amigas! A Simone tbm tocou no começo, mas agora mora na Holanda. Você ia se divertir com os meninos e eu ia me divertir com as conversas que vocês teriam. Todos chegados numa fumacinha!

esqueci de falar do filme! um documentário que o Rogério Velloso dirigiu. Bacana também. Ce ia se amarrar no Rogério…ficamos grandes amigos.

A música brasileira ta cheia de coisas novas e velhas. Aquela velha roda que gira gira gira…tem dia fico esperançosa. tem dia fico com bode. muitos dos dias me lembro de você falando de política e arte…. ta faltando esse papo sabe? O pessoal ta meio devagar…

Mas deixa eu mudar de assunto porque quero te contar das coisas mais legais!

Minha casa, chamada de mansão favela, tem um pé de romã e muuuuuuitas plantas. Aquela pitanga que vocês me deram quando eu sai da sua casa….o ficus…Sempre que a mamãe vem, ela dá um trato, mas o Curumin ( que é meu marido), sabe cuidar bonito delas. Tem uma primavera maravilhosa, mas que o vizinho encrenca por que ela invade o seu quintal e cai folhas e flores……da uma preguiça! Outro dia um pé de maracujá nasceu e cresceu muito. Deu frutos incríveis, mas tivemos de cortar porque estava matando a romã…uma pena. Mas assim a vida é né? Uns nascem e passam rápido feito foguete. Dão frutos saborosos e eternas lembranças. Dai morrem. assim a vida é.

Eu tive outro filho.

Naceu em casa! Você ia me achar uma hippie, mas foi tudo lindo! Ele se chama Benedito. Só que ele num é nada Nego Dito. É loiro! Acredita! Loiro pai! Loiro Dito! E olha que o Curumin, é descendente de japoneses. Hahaha! Fico imagiando você falando – “meu neto é loiro, e dai?!` Mas num tem cambalacho não. É o dna da mamãe que tinha de pintar uma hora né?

O Kaue faz faculdade de direito e tem uma banda! O violão que você deu pra ele, ele ta arrumando pra dar pra Rubi, Bento e Benedito também se divertirem nele…

Fui tocar em Portugal este ano! Foi demais! Conheci um português fanático pelo teu som! Mandei a ele uma caixa preta através da Alzira que foi agora pra lá. Ela tem feito o show do disco Amme que você produziu. Um arrazo!

Eventualmente eu trabalho na televisão, ce sabe que eu sou chegada num papo né? Faço meus shows, sigo cantando, escrevendo, cuidando das cirianças, me indignando, batalhando, dando passos pra frente e pra trás como um bom homosapiens em desenvolvimento.

Sinto a sua falta pai. e quando tenho saudade, choro um pouco. faço uma comida, uma música, falo bobagens, me calo. E a vida segue seus dias.

Tenho tentado viver em paz. mas se você bem se lembra, essa terra aqui é de cachorro louco…

o amor de pai e filha  eu carrego aqui comigo e me ajuda a ser. Me suporta existir. Minha familia, a mamãe, Serena, Betinho, Ninha e Kaue.

A gente aqui segue se  fortalecendo nas dificuldades e provas da vida. Você sempre nos ensinou né?

Hoje entendo muito daquelas conversas que tivemos e agradeço ao pai maravilhoso que eu tive nessa vida.

meu amor por você nunca morrerá!

nos vemos nas nuvens.

um beijo

Imagem

Anúncios

64 pensamentos sobre “a morte é a flor vista de baixo

  1. patriciapalumbo disse:

    seus lindos. amei.

  2. Nossa, que papo papo lindo! Com certeza Itamar está orgulhoso de você!! E eu aqui chorando…
    Bj

  3. georgia da rocha branco disse:

    RESPIRO OFEGANTE COM CHORO SALGADO DE SAUDADES E AMOR….
    MUITO AMOR!!!
    GEORGIA BEN GEORGIA…

  4. JAIR GUILHERME FILHO disse:

    obrigado…

  5. edith derdyk disse:

    Anelis – emocionante de A a Z…………..chorei! palavras tão afetivas prenhes de história……lindo demais!

  6. Ciça Mariano disse:

    Muito lindo essa declaração de amor….quem não gostariade teruma filha assim???e um pai também assim???demais…

  7. Ana Paula Xavier disse:

    chorei, merda…

  8. Fred Nascimento disse:

    Coisa mais maior de grande!

  9. anaclaramt disse:

    sempre interessante e instigante ler estes tipos de pensamentos, daqueles que você para e imagina toda a cena, junta todas as peças até chegar no abraço final. lindo!

  10. symondays disse:

    eita choro mais doído. eita saudade mais medonha…

  11. Milena Marques disse:

    anelis, que lindo… choro, pois queria ter a metade da sua poesia pra poder escrever assim pro meu pai, mas mesmo não tendo, fui inspirada a falar assim com ele… obrigada!!!

  12. Fernanda disse:

    Texto comovente e foto linda. (Sou bem fã do seu pai.)

  13. Eduardo Affine Neto disse:

    cheguei chorar…
    lindo demais menina!

  14. chagas disse:

    coisa boa. beijos para todos

  15. Que coisa linda! Tocou fundo. Admiro muito vocês dois. ♡

  16. Bruna Guedes disse:

    Algo muito louco aconteceu hoje e vou tomar a liberdade em te contar. Minutos antes de vc postar esta carta para o seu pai, eu postei esta msg coma foto do meu pai que morreu: “E bateu uma saudade tão grande dele. Fazem onzes que ele não está aqui e tentei imaginar como ele estaria. Com certeza, ainda andando de moto, chamando tablet de ‘tablete’, falando que Subway é o melhor fast food, indo ao Giovannetti Campinasi todas as semanas, amando o Neymar como um santista fanático, olhando pra bunda das marombadas e ficando pasmo com o tamanho delas, vestindo o mesmo jeans de anos, morando em alguma chácara por Valinhos, adorando uma Cervejaria Colorado e amando tantas outras coisas que eu amo também. Queria ter tido mais tempo. Saudades gigantescas.”

    E então, uma pessoa me enviou o link com o seu texto. E eu estava muito triste pensando no meu pai pq diferente de vcs, nós podemos nos amar pouco em vida e por uma série de fatores isso gerou a morte dele.

    E enquanto eu lia o seu texto emocionada, rolaram tantas lembras e outras coisas, que escrevi este texto aqui:

    Uma mensagem de dia dos namorados um pouco diferente

    Hoje o pai de uma pessoa que tenho muito carinho morreu, e isso me fez passar o dia pensando no meu, no amor que deixamos de ter juntos e por coincidência no final do dia eu achei uma foto dele e postei com a possibilidade das coisas que ele poderia gostar se estivesse aqui. E então, neste post o Francisco Raul Cornejo me mandou um texto lindo da filha do Itamar Assunção que ela acabou de postar escrevendo para o pai na ‘nuvem’, como ela mesma fala. O texto me fez chorar de emoção e lembrar do Filipe Espindola, o ex mais querido que eu tive e que me apresentou Itamar e ficava ouvindo ele e cantando feliz da vida pela casa. O ex que me ensinou muito do que sou hoje, me ensinou a amar até a plantinha que nasce no meio do asfalto. E no meio disso tudo o meu grande amigo Rafael Pires de Campos me mandou uma msg de amor que me emocionou e mais no meio o meu namorado me mandou esta arte linda.

    E com toda esta sincronicidade pensei em como o amor está acima de tudo, que amor é mais do que estar perto ou longe, vivo ou morto, me fez pensar que amor é o que move tudo, que faz isso aqui ter um sentindo muito maior.

    Por isso, que eu desejo um feliz dia dos namorados não só para os casais, mas para as pessoas que sabem amar e de algum modo expressar isso. Seja te ensinando algo, seja te chamando de ‘mais do que irmã’, seja te enviando um texto lindo que te emociona, seja te apresentando a vida, seja fazendo parte da sua vida de algum modo com carinho.

    Desejo um feliz dia dos namorados especial para o meu grande namorado. Um gigante que me ensinou amar a vida além de todas as dificuldades, empecilhos, me ensina dia após dia que amor é muito mais do que estar junto, que amor é simples e fácil. Um gigante de quase dois metros que é metade coração e a outra metade sensibilidade. A pessoa que me demonstra amor intenso com um olhar, com um beijo na testa ou com uma mão no ombro.

    Amo você me grande companheiro de vida, Daniel Bonavita.

    E foram tantos ‘ES’ neste texto e ao longo destas últimas horas que passei de triste à feliz e vou dormir abastecida de amor. Obrigada, amores.

    E para quem quiser ler o texto que menciono, aqui está ele:
    https://estousujeita.wordpress.com/2013/06/12/a-morte-e-a-flor-vista-de-baixo/

    —–
    E me desculpa o post gigantesco e toda explicação mas tive que agradecer pelo seu lindo texto. Obrigada!

  17. Izaltino Sena Ramos Junior disse:

    Nada a declarar, depois desse diálogo de filha para pai dessa forma divina.

  18. PAPO LINDO…LINDO….LINDO…………….EU TB CHORANDO AQUI ESTOU…..

  19. Aquele tipo de texto que enche de amor e faz o dia ficar bem mais agradável. Família linda!

  20. Tomaz disse:

    Lindo e inspirador.

  21. Juliana Russo disse:

    que lindo, sinto falta do seu pai tb. Eu ganhei a caixa Preta de aniversário ano passado e escuto tanto, me deixa feliz a beça, pra trabalhar criar meus desenhos no maior bom humor. O teu disco tb, gosto muito, fico pensando, que família boa essa….. Não contive as lágrimas quando li seu texto, acho que me sinto um pouco filha dele tb….

  22. Fernanda Carvalho disse:

    chorei… vocês são lindos!

  23. Anelis,
    Eu já tenho o olho apertadinho, daí quando alguma lágrima escapole eu não enxergo nada. Fui lendo a prestação 😉
    Axé, querida amiga. Manda um abraço para o seu pai.

    Roger

  24. Danny Reis disse:

    Lindeza! Adorei a simplicidade do texto. Uma bela conversa. Assim é, assim ter que ser.
    Um beijão de admiração,
    Danny.

  25. Luiz disse:

    Anelis, coisa linda essa carta. Também, perdi meu pai há exatos dez anos. Aliás, ele foi velado ao lado do seu, naquele cemitério em São Bernardo que eu nunca mais fui. Saudades, essa é a palavra que sinto todos os dias.

  26. Oi Anelis, linda carta pro teu pai, me deu vontade de escrever pro meu também, está lá nas nuvens fotografando o seu pai enquanto ele faz um som com os bons. Tudo de bom pra você e sua família. Força e fé! Beijo desconhecido, da Julia (filha de Luhli [de Lucina] e Luiz Fernando)

  27. Caco Bressane disse:

    Que texto lindo Anelis! Amo o Itamar! Juro, se estou mal boto ele pra tocar no shuffle, e ele sempre traz alguma luz. Se estou bem, boto pra tocar também. Às vezes vem porrada, o que é pra vir, vem! Precisão absoluta! Sempre! Viva Itamar!

  28. Muito emocionante… lindo!

  29. Laura Mansur disse:

    Que lindo texto!
    Também sinto muita falta do Itamar. Sempre acho que seríamos bons amigos de conversa.
    Muito bom acompanhar esta tua conversa com ele.
    Um beijo

  30. Dustan disse:

    Adorei.. demais. Beijo coletivo!!

  31. Milágrimas pra esse texto. ♥

  32. Luciana Rodrigues disse:

    Nosssa..que foda Anelis!
    me acabei em emoções agora!

  33. Belo texto! A ‘dor mais elegante’ que já vi…

  34. Anelis, fiquei muito emocionada lendo seu texto. Vou compartilhá-lo no FB, pois coisas preciosas como este texto, devem ser sempre compartilhadas com quem amamos.
    Parabéns pelas palavras, pelo trabalho, pelo amor aqui demonstrado.

  35. Gobby disse:

    Emocionante, só pode vir de quem se fez poesia fizesse o que fazia. Lindos os dois, a história e o amor.

  36. hj eu me emocionei com vc e me emocionei com a Serena. Lindas!

  37. Sal disse:

    Criou bem a filha!! Esteja em paz.

  38. Regina Guimaraes disse:

    Que lindo! Seu pai merece todo esse amor e essa singeleza, ele era tão lindo, tão talentoso e sensível, deixou saudades para todos nós amantes da música… um abraço linda…

  39. Renata Del disse:

    AI Itamar…você deve estar mais que orgulhoso da filha que nos deixou. Nunca esquecerei do show que fez dentro de uma “gaiola”…você fez parte da minha adolescência e continua na maturidade. Agora também a música de sua filha encanta os ouvidos. Obrigada pela herança.

  40. Ana Lucia LIns disse:

    Anelis,
    só conheci a obra do seu pai quando ele já havia partido. Porém, como tudo que tem valor transcende e permanece, eu fui apresentada a ele pelo meu marido, paulistano que sempre gostou da geração Lira Paulistana! Sorte minha! Um dia tive que fazer um trabalho de literatura comparada na faculdade e o professor deu a opção de usar alguma música da obra do Itamar Assumpção. Batata! fui atrás dos LPs aqui de casa, comprei o livro Pretobrás e mergulhei fundo: sai com um trabalho tão grande – incluindo a transcrição do texto da capa do “As próprias custas S.A.”, com quase 7 páginas digitadas – que nem me deram tempo da aula pra apresentar tudo. Azar o deles.
    Imagino a obra dele para ser trabalhada em literatura, nas escolas; seria uma importante aquisição de conhecimento para os adolescentes. Cultura, poesia, identidade e sociedade, contexto histórico, tradição, atualidade… pano pra manga!
    Enfim, seu texto trás mais um pouco desse artista tão genial, no legado de caráter perpetuado nas lembranças da filha amorosa. Um grande homem começa na mesa de jantar da sua casa, ou no seu quintal…
    Comovente, a sua carta.

    Ana Lúcia

  41. Viviane disse:

    De chorar, de rir de dividir e pra sonhar…Valeu Anélis e valeu Itamar!!!

  42. Lucilia de Assis disse:

    Que delicadeza.
    Que simplicidade.
    Que amor.

  43. Tania Suzuki disse:

    Lindo Anelis! Lindo! Eh tao sensivel, e ao mesmo tempo tao leve! Obrigada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: